sábado, 22 de julho de 2017

Talvez o carioca Chico, seja o autor brasileiro que mais perpetua em sua obra a tradição com a modernidade e faz com maestria essa mistura chegar ao público, seja ele de sua geração, ou até mesmo os mais novos e interessados pela boa música.
Chico é clássico, mas também é popular explica o duo formado pelos músicos Max  (ex-integrante do grupo “O TERÇO) e Marcê que lançam o show “BAILE DO CHICO”, projeto paralelo dos artistas que traz uma nova roupagem e versões POP do cancioneiro de Buarque e que passará pelo Rio de Janeiro dia 13 de agosto.
Dois meses após lançarem novo single e clipe do novo projeto autoral com a participação de Paulinho Moska, o show teve sua estreia no mês de ABRIL passando por Recife, João Pessoa e São Paulo.
Canções da década de 60 como: “A Banda” (1966), “Essa Moça Tá Diferente” , “João e Maria” (Sivuca e Chico Buarque) 1977, “Terezinha” ( 1977 e 78) e muitos outros sucessos do artista chegam com arranjos que trazem influências e referências a ritmos associados à cultura pop carioca.

 Está sendo desafiador pra nós mexermos nas obras, pois nos acostumamos ouvir as versões originais. As melodias e as letras continuam intactas nas novas versões e, fizemos um trabalho minucioso de análise para poder readequar alguns acordes que soariam melhor para a proposta do trabalho; explica Max.

Me lembro quando ouvi pela primeira vez  Chico Buarque, foi Feijoada Completa” de 1978, tinha 6 anos de idade e até hoje aquela cena é presente em minha memória; explica Marcê.

A canção “Essa Moça Tá Diferente”, que já pode ser conferida, é a primeira música do projeto a ser lançada. 

Confira no LINK:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Fale direto com a gente !

Fale direto com  a gente !
Só clicar no ícone

ARTES E CULTURA

ESPAÇO VIP

CARNAVAL

Encontre-nos no G+

Tecnologia do Blogger.

News

Maraton Black Tonight

AS MAIS POPULARES

Outros Cadernos